Você suou a camisa, levou seu treino a sério durante todo o ano e como recompensa alcançou o prazer de se olhar no espelho e ficar feliz da vida com os resultados.

 

Mas atenção: nem pense em usar a viagem de férias como desculpa para ficar de folga da malhação. Afinal, uma semana de desleixo pode ser suficiente para levar embora as curvas conquistadas com muito empenho.

 

Da corrida na rua para a areia


Turbine o treino: além dos movimentos da corrida, os saltos, deslocamentos laterais e zigue-zagues na areia também contribuem para a estabilidade das articulações e a tonificação dos músculos.

 

Detone as calorias: como na praia a superfície é irregular e macia, o gasto energético para realizar os movimentos é maior. Para se ter ideia, se em uma hora de corrida na rua você queima 400 calorias, na areia você detona cerca de 600 calorias!

 

Pernas durinhas já: deixar as suas pegadas registradas na areia é uma das melhores sensações do verão.

Cuidado com as lesões: renovar o tipo de treino garante outros tipos de estímulos para o corpo, além de motivação extra. Mas vá com calma para se adaptar às mudanças:

 

Corra de tênis! Se a areia for fofa, não há contraindicação. Porém, na areia batida, o uso de tênis com amortecedor é essencial para proteger de problemas como inflamação ou tendinite, principalmente na planta do pé.

Não dê descanso para a atividade física nem nas férias. Dá, sim, para adaptar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte: corpoacorpo